Pesquisa mostra fatores de sucesso de projetos de Crowdfunding

Fontes alternativas de recursos / quinta-feira, 26.04

Serviços Financeiros em Foco

 

Hoje é 26 de abril e já está no ar mais uma Quinta do Crédito e nela, você encontra diversos conteúdos e capacitações, além de se informar sobre os principais acontecimentos na área de serviços financeiros como eles impactam no seu negócio.

O tema da semana é fontes alternativas de recursos e você encontrará uma palestra completa sobre crowdfunding, além de artigos e infográficos.

Veja agora acontecimentos atuais na área de crédito e serviços financeiros, com destaques para uma pesquisa que analisou os fatores que influenciam na arrecadação de projetos de crowdfunding.

Pesquisa mostra fatores de sucesso de projetos de Crowdfunding

 

Pesquisadores da Itália, da Alemanha e dos Estados Unidos analisaram 728 campanhas de financiamento coletivo (crowdfunding) de projetos de pesquisa para avaliar o que poderia influenciar o resultado dessa forma de captação de recursos. As iniciativas de arrecadação estiveram hospedadas entre 2012 e 2015 na Experiment, uma plataforma digital de crowdfunding de Nova York. Os resultados são curiosos. Pesquisadores em início de carreira alcançavam as metas de arrecadação com mais frequência do que os seniores. De modo semelhante, as mulheres também apresentaram taxas de sucesso mais elevadas do que os homens.

Os resultados  foram apresentados em março em um documento depositado no repositório do National Bureau of Economic Research (NBER), dos Estados Unidos. Segundo o trabalho, parâmetros consagrados para mensurar a qualidade dos projetos, como a avaliação por pares, não têm correlação com o sucesso do financiamento coletivo. “Em desvantagem quando submetem projetos a agências de fomento, pesquisadores com menos experiência têm mais apelo entre o público. Isso sugere que os doadores priorizam não o mérito científico do projeto, mas a sua contribuição na formação do pesquisador”, conclui o estudo. Os autores alertam, no entanto, que o crowdfunding é uma forma complementar de financiamento, uma vez que as quantias arrecadadas são baixas.

Fonte: http://revistapesquisa.fapesp.br/2018/04/19/sucesso-no-financiamento-coletivo/

 

 Quatro maiores bancos concentram 78,5% de todo o crédito, diz BC

 Em pesquisa divulgada pelo Banco Central informa que os quatro maiores banco do país concentram 78,5% de todos os empréstimos feitos por instituições financeiras no Brasil, essa condição se mantem desde 2016, são eles Itaú Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica.

Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/04/quatro-maiores-bancos-concentram-785-do-credito-diz-bc.shtml

 

FMI vê melhora na economia brasileira

A economia brasileira deve crescer 2,3% em 2018, e mais 2,5% em 2019, segundo previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) em relatório divulgado nesta terça-feira (17). É uma melhora em relação ao crescimento registrado em 2017, de 1%.. De qualquer forma, a perspectiva de crescimento brasileiro está bem abaixo da média global, de 3,9% em 2018, e mais 3,9% em 2019.

Segundo o FMI, a melhora na previsão de crescimento do Brasil está apoiada no aumento do consumo das famílias e do investimento, que fazem girar a economia.

Já para os próximos anos, o crescimento do Brasil deve ficar em torno de 2,2%, puxado pelo envelhecimento da população – o que aumenta gastos públicos com aposentadoria e reduz a mão de obra – e a estagnação da produtividade. Mas não há expectativa de retorno à crise vivida entre 2015 e 2016, nem à baixa taxa de crescimento da economia do ano passado.

Outros riscos apontados pelo FMI são as recentes restrições no comércio global – no começo de março, os Estados Unidos anunciaram sobretaxas nas importações de aço e alumínio. De acordo com o divulgado pelo FMI “O sistema multilateral de comércio baseado em regras, que surgiu após a Segunda Guerra Mundial e que conquistou crescimento sem precedentes, precisa ser fortalecido. Caso contrário, corre o risco de ser dilacerado”.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/fmi-ve-melhora-na-economia-brasileira-mas-cobra-reforma-da-previdencia-e-sugere-aumento-de-impostos-sobre-a-renda.ghtml

 

Saiba mais acessando os demais conteúdos do nosso portal. Bons estudos!